Esse conto do executivo americano e do pescador mexicano é para ilustrar a busca pelo equilíbrio. para isso, é interessante observar os extremos, tanto de um lado quanto do outro. Vamos ver se você pega a essência:


Um executivo americano, depois de passar por mais uma crise de stress e ansiedade, foi obrigado pelo seu médico a tirar férias em uma ilha pequena paradisíaca no México.

Na primeira manhã, depois de não resistir à tentação de olhar seu email e ter um novo ataque de pânico, ele saiu para dar uma caminhada.

Durante a caminhada ele logo avistou um pescador mexicano, que estava descarregando seu barco com a pesca do dia: peixes grandes e fartos.

O americano, MBA em Harvard e fluente em espanhol, já que era diretor de uma multinacional, logo começou um papo com o pescador – impressionado com a qualidade dos peixes, perguntou quanto tempo o pescador tinha demorado para pescá-los.

O pescador respondeu para ele:

"Ahh, apenas algumas horas! é o suficiente para eu dividir com meus amigos, minha familia e vender depois na feira.

Eu saio de manhã para pescar, volto, cozinho com minha familia, compartilho, e vendo para ter o suficiente para viver.

Após o almoço, eu tiro um bom cochilo com minha mulher, fico com meus filhos de tarde.

De noite, me junto a outros moradores da vila e então dançamos, festejamos e bebemos um pouquinho.

Eu tenho uma vida plena e feliz, señor!"

O americano ficou em desespero, e logo falou para o pescador:

"O 'señor' não sabe a oportunidade que está perdendo!

Eu sou um MBA em Harvard, e se o senhor começar a pescar mais horas por dia ao invés de só pela manhã, em breve você conseguirá comprar mais um barco e ter mais um pescador à sua disposição.

Em pouco tempo, conseguimos ter uma frota e logo depois desenvolver novos produtos! " - disse o americano já imaginando o logo da empresa, produtos como atum enlatado e imaginando a empresa sendo pioneira no México.

O pescador mexicano observou tranquilo e perguntou para o americano:

"Si, señor, mas... e depois? Para que isso?"

O americano persistiu, brilho nos olhos: 🤩

"Depois de conquistar o México, podemos abrir novas operações em outros países até o momento de fazer o IPO da empresa e ficarmos milionários!"

"Si, señor, mas e depois? para que isso?" - disse o pescador, ainda tentando entender.

"Depois do IPO, você pode se aposentar e viver em uma ilha paradisíaca, onde poderia curtir com seus amigos e familia todos os dias."

Em silêncio, sorrindo, o pescador mexicano apenas acenou com a cabeça para o lugar que estavam.... 🏖